"Leões do Atlas" à caça em território russo

A seleção marroquina chega ao Mundial como uma das melhores posicionadas na zona de qualificação africana. Num grupo de jogadores marcado pela experiência, Marrocos quer fazer-se valer desse estatuto para dar nas vistas em solo russo.

O CALENDÁRIO

Marrocos inicia a participação no grupo B frente ao Irão de Carlos Queiroz, a 15 de junho. Mede depois forças com o campeão europeu Portugal, a 20 de junho, e fecha a fase de grupos frente à ex-campeã mundial Espanha, a 25.

Tal como no caso da seleção iraniana, um arranque positivo poderá ser decisivo antes dos duelos com os vizinhos ibéricos, mais experientes em grandes competições.

Massimo Pinca

O HISTÓRICO

A seleção marroquina vai para a quinta participação em Mundiais e tem como melhor feito a presença nos oitavos de final, no México'86. Aí caíram aos pés da Alemanha (0-1), que chegaria à final, sendo apenas travada pela Argentina de Diego Maradona.

A seleção marroquina vendeu cara a derrota contra os alemães (FIFA.com)

A seleção marroquina vendeu cara a derrota contra os alemães (FIFA.com)

Repetir a presença na fase a eliminar não será fácil mas não é, certamente, uma missão que os comandados de Hervé Renard considerem impossível.

A FIGURA - MEDHI BENATIA

O defesa central da Juventus é, aos 31 anos, uma das figuras centrais dos "Leões do Atlas".

Massimo Pinca

Com 54 internacionalizações e várias épocas ao mais alto nível no futebol europeu, Benatia vai procurar ser o esteio no eixo da defensiva marroquina e ajudar a travar as investidas de Ronaldo, Diego Costa ou Serdar Azmoun.

Antonio Calanni

Autor: André de Jesus